1775

Prefeitura Municipal de Mata de São João

Pular para o conteúdo

Novo sistema de coleta de lixo oferece mais eficiência e economia

Fonte: ASCOM
09/06/2020 às 17h03

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Mata de São João entra em uma nova fase na operação de coleta de lixo a partir desta quarta-feira (9). O serviço, um dos mais essenciais para a população, passa a ser executado pela empresa Torre, que já opera em cidades como Salvador, Aracaju e Vitória da Conquista.

A terceirização vai gerar uma economia de aproximadamente 5% no gasto atual da Prefeitura com esse serviço, além de uma melhoria substancial na eficiência e de um ganho de 25% no tempo de coleta e destinação final de resíduos, segundo estimativa da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Seosp).

A operadora vai arcar com todos os custos de mão de obra e de compra e manutenção de equipamentos. Vencedora de um processo de licitação, para um contrato de três anos, a prestadora reaproveitou parte da mão de obra que a Prefeitura utilizava. São pessoas que já conhecem as localidades e os roteiros da coleta do lixo.

Chegaram na cidade, na manhã de ontem (9), oito novos caminhões compactadores, com capacidade de carregar até 12 toneladas de lixo. Os veículos serão monitorados por GPS e câmeras de vídeo online, durante os roteiros.

“Exigimos que fossem carros novos, com no máximo três anos de uso. Mas a empresa trouxe oito caminhões ‘zero quilômetro’. Isso já é uma demonstração de confiabilidade”, explica o secretário de Obras de Mata de São João, Áureo Franco Júnior.

Modernização do sistema - Além da terceirização dos serviços, a Prefeitura modernizou toda a logística da coleta. O Prefeito Marcelo Oliveira explica que foram construídas duas estações de transbordo, munidas de total segurança ambiental. “Uma fica na Sede, no Monte Líbano, e a outra no Litoral, próximo ao Iberostar. Adquirimos também dois caminhões ‘roll-in roll-on’, especializados no transporte de resíduos”, detalha o gestor.

A partir de amanhã, seis caminhões compactadores recolhem todo o lixo das ruas e levam para as estações de transbordo. Essa operação terá gestão da Prefeitura e foi projetada por técnicos da SEOSP. Outra novidade é a aquisição, pelo Município, de 60 caixas coletoras de 1.000 litros (40 delas de metal), que serão instaladas em pontos estratégicos de coleta, espalhadas pelo município.

“A coleta de lixo é um dos serviços mais essenciais da gestão pública municipal e sempre o fizemos com os recursos próprios. Entretanto as empresas especializadas nesse serviço se atualizam constantemente, na gestão e na aplicação de novos equipamentos. Isso se traduz em maior eficiência e redução de custos para a Prefeitura”, argumenta o prefeito Marcelo Oliveira.

“O sistema de remuneração da prestadora vai ser proporcional à quantidade de lixo coletado. “Ou seja, haverá o interesse da empresa em recolher o maior volume de lixo possível, o que significa uma cidade mais limpa”, diz Marcelo Oliveira.

O transporte diário do lixo, das estações de transbordo até o aterro sanitário da Limpec, será feito pelos roll-on roll-off da Prefeitura. Assim, o controle do peso do lixo recolhido diariamente, que será a base de cálculo do faturamento da empresa terceirizada, ficará sob controle exclusivo da Prefeitura.

Rigidez na fiscalização - “Estamos literalmente entrando em uma nova era do sistema de coleta de lixo em Mata de São João. Teremos o suporte de uma empresa especializada e muito bem estruturada”, garante o secretário Áureo Franco Júnior. Ele destaca ainda a rigidez na fiscalização do serviço por parte da Prefeitura.

“Teremos um sistema de acompanhamento absolutamente rígido. Além de todo monitoramento tecnológico, os técnicos da SEOSP vão exigir o melhor em termos de eficiência, economia e ganho de tempo. Vamos ter um custo menor do que a gente vinha tendo e uma confiabilidade e eficiência incomparavelmente maiores”, explica.