1775

Prefeitura Municipal de Mata de São João

Pular para o conteúdo

Prefeitura decreta novas medidas de combate ao coronavírus

17/02/2021 às 16h07

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Diante do aumento de casos de contaminação pelo coronavírus em Mata de São João e da saturação de leitos de UTI no estado da Bahia, a Prefeitura de Mata de São João instituiu, através do decreto 463/2021, novas medidas para conter o avanço da pandemia.

Além da instalação de uma barreira sanitária para aferição de temperatura na principal entrada da Sede do Município (no Entroncamento), Mata de São João aderiu ao decreto Estadual de toque de recolher, que, de sexta-feira (19) ao dia 25 proíbe o funcionamento de estabelecimento de comércios e serviços não essenciais, assim como a circulação de pessoas nas ruas, das 22h às 5h.

De acordo com o decreto, “fica determinada a restrição de locomoção noturna, vedada a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças pública, das 22h às 5h, de 19 de fevereiro a 25 de fevereiro de 2021, no território do Município de Mata de São João”. A medida não vale para quem, comprovadamente se desloca para serviços de saúde ou farmácias, ou que “fique comprovada a urgência".

As medidas foram discutidas na manhã desta terça-feira (16), em reunião do prefeito João Gualberto com vereadores da base e secretários municipais. “A pandemia vem agravando em todo o país. Em Mata de São João o número de casos também tem aumentado, sobretudo porque intensificamos as testagens por conta do próprio Município. Por isso, há necessidade de algumas medidas preventivas”, explica João Gualberto.

A Prefeitura também fortalece as ações de comunicação com população, através de mensagens em carros de som e nas rádios, a partir de amanhã. Gualberto destaca que o Município vem realizando diversas ações efetivas de prevenção, combate e controle, desde o início da pandemia. E apela que a população também precisa colaborar e fazer a sua parte.

“Precisamos que os matenses não relaxem com os procedimentos de prevenção à covid-19. Que se protejam, que usem máscara, que só saiam de casa se necessário e evitem aglomerações ao máximo”, recomenda o prefeito. “Não adianta a Prefeitura e os outros poderes públicos se esforçarem, investirem, se o cidadão não fizer sua parte”, apela.

O gestor afirma que a saturação dos leitos de UTI nos hospitais estaduais é algo muito preocupante e que se houver um colapso no sistema, a população matense também vai sofrer. “Todos corremos riscos e por isso precisamos da colaboração de cada um. Só o cidadão pode transmitir, contrair e evitar o vírus. Ele sabe de todos os riscos e de todos os cuidados”, explica João Gualberto.